História

NOSSA
HISTÓRIA

A conscientização da classe teve início em Belo Horizonte na década de 40 com a criação da Associação Mineira dos Corretores de Seguros e Capitalização, em 15 de agosto de 1942. Naquela oportunidade, foi realizada a assembléia de fundação, que contou com grande número de presentes, conforme consta da ata da assembléia. Foi então, formada uma comissão incumbida de elaborar os estatutos da Associação.

No dia 15 de maio de 1943, foi realizada nova assembléia, quando o anteprojeto dos estatutos foi aprovado por unanimidade e eleita a primeira diretoria da Associação. Essa assembléia ocorreu no salão do sindicato da Construção Civil, à rua Tupinambás 933, em Belo Horizonte.

Por indicação do associado Petrônio Ramos, foi apresentada a chapa aprovada e empossada. Compuseram a primeira diretoria da Associação Mineira dos Corretores de Seguros e Capitalização: presidente: Numa Vialet, vice-presidente: Aristeu Santiago, 1º secretário: Frederico Gruber, 2º secretário: Hugo Fonseca, 1º tesoureiro: Hilton Davis, 2º tesoureiro: Mário de Castro, diretor social: Aloisio Sena, diretor de propaganda: Artur Correia, e diretor de biblioteca: Arnold Xavier. O Conselho Fiscal foi composto por: Cândido Ubaldo Gonçalves, Antônio Machado Filho e Francisco Cruz.

Formalmente constítuida, a Associação desenvolveu suas atividades até fevereiro de 1944. Com o acirramento da 2º Guerra Mundial, o mercado de seguros foi severamente afetado, e consequentimente as atividades da Associação foram interrompidas.

O trabalho deste grupo de abnegados corretores teve ação eficiente no decorrer do longo período de paralização de suas atividades. Apesar de encerrada em 1944, este trabalho teve reflexo junto ao Ministério do Trabalho e Comércio, que passou a credenciar como autônomo o corretor de seguros, com registro em carteira profissional, sendo que todo aquele que prestasse concurso no Ministério, teria em sua carteira o seguinte registro: “O portador da presente carteira exerce a profissão de Corretor de Seguros”.

O primeiro curso básico de seguros, mantido pelas empresas de seguros privados e pelo Instituto de Resseguros do Brasil (IRB), foi patrocinado pela Cia. de Seguros Minas-Brasil, em 1956.

Em 1960, aqueles corretores que nunca pararam de trabalhar pela classe, novamente reunidos e acrescidos de novos companheiros, percebendo a necessidade de um novo impulso na organização dos corretores de seguros, fundaram a Associação Profissional dos Corretores de Seguros e Capitalização do Estado de Minas Gerais, “embrião” do futuro Sindicato. A assembléia de fundação aconteceu no dia 14 de julho de 1960.

A junta organizadora da nova Associação foi composta dos seguintes nomes: Numa Vialet, Raul Mário Toschi, Leôncio Paixão, José Antunes Maia, Joaquim Cortez, Jair de Melo Moreira e Josué Azeredo.

No dia 14 de outubro de 1967 realizou-se uma Assembléia Geral Extraordinária, sendo que o presidente Josué de Oliveira convidou João Camargos da Costa Sobrinho para presidir a reunião, que por sua vez convocou Maurício Quintino dos Santos para secretário. Fizeram uma homenagem póstuma aos companheiros Raul Toschi, Antônio Machado Filho, Raimundo de Oliveira, Reginaldo Balagner, Antônio Ventura Filho, Mário de Castro e Narciso de Almeida Santos. Nesta assembléia aprovou-se o reconhecimento da Associação em Sindicato, juntamente com os respectivos estatutos, ficando confirmado a continuação da diretoria até o registro do Sindicato no Ministério do Trabalho.

A 9 de julho de 1968, o Ministério do Trabalho e Previdência Social reconheceu a Associação como Sindicato. O ministro Jarbas Passarinho enviou ao presidente Josué de Oliveira a carta de reconhecimento. Diz o texto: “O Ministro de Estado dos Negócios do Trabalho e Previdência Social faz saber a quantos esta carta virem que, atendendo ao que requereu a Associação Profissional dos Corretores de Seguros e de Capitalização do Estado de Minas Gerais, resolve aprovar o respectivo estatuto e reconhece-la, sob a denominação de SINDICATO DOS CORRETORES DE SEGUROS E DE CAPITALIZAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, como sindicato representativo da categoria econômica “corretores de seguros de capitalização” integrante do 3ºgrupo – agentes autônomos de seguros privados e de crédito – do plano da Confederação Nacional das Empresas de Crédito na base territorial no Estado de Minas Gerais com sede em Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais, de acordo com o regime instituído pela Consolidação das Leis do Trabalho”.

O primeiro presidente do Sincor-MG foi Numa Vialet, e teve como secretário Lêoncio Amando da Paixão e Jair de Mello Moreira como tesoureiro.

QUER SER
ASSOCIADO DA SINCOR-MG?

ÚLTIMAS
NOVIDADES